Blog

Outubro Rosa – A importância da prevenção ao câncer de mama

O mês de Outubro leva a cor rosa para representar a importância da prevenção ao câncer de mama, a primeira causa de mortalidade por câncer em mulheres. Os números de casos são altos e para diminuir essa taxa a prevenção é fundamental.

As causas podem ser variadas, algumas das principais inocorrências são:

  • A idade – Mulheres acima dos 50 anos apresentam maior incidência da doença.
  • Fatores comportamentais – Sedentarismo, a falta de atividade física e hábitos alimentares podem influenciar;
  • Obesidade e sobrepeso, principalmente após a menopausa;
  • Consumo de bebidas alcóolicas;
  • Exposição constante a raios X.
  • Fatores reprodutores e hormonais assim como fatores genéticos também podem contribuir para o desenvolver da doença.

O autoexame é um dos aliados da prevenção, com toques simples nas mamas, as mulheres podem identificar por si mesmas alguma anormalidade e procurar a opinião de um médico o mais cedo possível. Quanto antes diagnosticado o câncer de mama, maiores são as chances de tratamento com resultados positivos.

Durante o banho a própria mulher pode realizar o autoexame. Faça toques em cada uma das mamas conforme as orientações abaixo:

1. Em frente ao espelho

Para se fazer a observação em frente ao espelho deve-se retirar toda a roupa e observar seguindo o seguinte esquema:

Primeiro, observar com os braços caídos;

Depois, levantar os braços e observar as mamas;

Por fim, é aconselhado colocar as mãos apoiadas na bacia, fazendo pressão para observar se existe alguma alteração na superfície da mama.

Durante a observação é importante avaliar o tamanho, forma e cor das mamas, assim como inchaços, abaixamentos, saliências ou rugosidades. Caso existam alterações que não estavam presentes no exame anterior ou diferenças entre as mamas é recomendado consultar o ginecologista ou um mastologista.

2. Em pé

A palpação de pé deve ser feita durante o banho com o corpo molhado e as mãos ensaboadas. Para isso deve-se:

Levantar o braço esquerdo, colocando a mão atrás da cabeça como mostra a imagem 4;

Palpar cuidadosamente a mama esquerda com a mão direita usando os movimentos da imagem 5;

Repetir estes passos para a mama do lado direito.

A palpação deve ser feita com os dedos da mão juntos e esticados em movimentos circulares em toda a mama e de cima para baixo. Depois da palpação da mama, deve-se também pressionar os mamilos suavemente para observar se existe a saída de qualquer líquido.

3. Deitada

Para se fazer a palpação deitada deve-se:

Deitar e colocar o braço esquerdo na nuca, como mostra a imagem 4;

Colocar uma almofada ou toalha debaixo do ombro esquerdo para ser mais confortável;

Palpar a mama esquerda com a mão direita, como mostra a imagem 5.

Estes passos devem ser repetidos na mama direita para terminar a avaliação das duas mamas.

Caso seja possível sentir alterações que não estavam presentes no exame anterior é recomendado consultar o ginecologista para fazer exames diagnóstico e identificar o problema.

Além do autoexame a mamografia em mulheres acima dos 50 anos permite a descoberta do tumor na fase inicial, o que traz a possibilidade de cura em até 95% dos casos.

Alguns hábitos, podem diminuir o risco da doença em até 28%:

  • Praticar exercícios físicos;
  • Alimentar-se de forma saudável;
  • Manter o peso corporal adequado;
  • Evitar o consumo de bebidas alcoólicas;
  • Amamentar;
  • Usar hormônios sintéticos apenas com prescrição médica.

Cuide-se, previna-se, faça o autoexame e dê atenção à sua saúde!

REFERÊNCIAS

https://www.pfizer.com.br/noticias/ultimas-noticias/cancer-de-mama-em-numeros – acessado 24.09.2021

https://www.tuasaude.com/como-fazer-o-autoexame-da-mama/ – acessado 24.09.2021

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *